(Page 37)

  • Por quanto tempo posso pedir o meu empréstimo?

    O prazo máximo para um empréstimo para aquisição, construção ou obras é de 50 anos (excepto na modalidade de Taxa Fixa em que o prazo máximo é de 30 anos; na modalidade de Taxa Variável com Prestação Fixa o prazo máximo inicial é de 30 anos); nas modalidades com Prestações Mistas e com Valor Residual o prazo máximo é de 40 anos. Para Garagens e Arrecadações o prazo máximo é de 40 anos e para a LCP (com Plano Financeiro) o máximo é de 30 anos. Em qualquer um destes casos a idade dos proponentes, no final do crédito, não pode exceder os 75 anos (ou 60 anos de idade para o prazo inicial na modalidade de Taxa Variável com Prestação Fixa).

     
  • O que é Carência de Capital?

    A Carência de Capital é o período de vida de um empréstimo durante o qual só se pagam juros e não se amortiza capital. A Carência de Capital está apenas disponível na modalidade de Taxa Variável, com ou sem Seguro de Protecção ao Crédito, quando aplicável. As finalidades para que está disponível são: Para aquisição, obras e/ou transferência de OIC’s de habitação própria permanente e/ou garagem/arrecadação. O prazo de Carência de Capital é de 1 a 5 anos. Este período está englobado no prazo total do empréstimo.

     
  • O que é o Valor Residual?

    O Valor Residual corresponde a uma percentagem do financiamento que será paga no termo do contrato. Quanto maior for a percentagem, menor é a prestação do empréstimo, mas maior será o valor a pagar no final do empréstimo. Trata-se do valor comercial futuro expectável para o imóvel no termo do contrato. O valor residual será definido no início do mesmo.

     
  • A quem se destina o Crédito Habitação?

    O Crédito Habitação destina-se a trabalhadores por conta de outrem, profissionais liberais, empresários em nome individual e donos de empresa, e seus agregados familiares, clientes ou não – clientes do Banco, residentes em Portugal (ou não residentes em Portugal, de nacionalidade portuguesa) e cuja idade não exceda, regra geral, os 75 anos na data de vencimento do crédito, que pretendam afectar o produto do crédito à sua habitação própria permanente, situada em território português. Para habitação própria secundária ou para arrendamento ou garagens e arrecadações também poderão ter igualmente acesso os não residentes em Portugal de nacionalidade portuguesa.

     
 
 
 

Comentários recentes